segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Malandragem

imagem: google

Vale o amor e a sintonia.
Vale a poesia
inserida no contexto.
Vale o pretexto
pelo pão de cada dia.

Vale a alegria
que reina em cada leito.
Não há um bom, sem defeito.
Então eu tenho o direito
de errar minha sinfonia.

Vale o amor de cada dia.
Vale a união, vale a emoção
vale a paisagem.

Vale a flor e a malandragem.
Valeu a intenção desse texto
valeu a mensagem.

A. J. Cardiais

Nenhum comentário: