quarta-feira, 22 de junho de 2011

É Claro

imagem: google

Espero que o verão chegue logo,
para desabrochar
minha poesia.


No outono,
ela é murcha e fria,
como manda o figurino.

Já no verão não...
No verão ela é quente,
ardente
e brilhante
como o sol...

No verão,
todas as coisas brilham mais
e têm mais calor, 

é claro.

A.J. Cardiais

Nenhum comentário: