quinta-feira, 15 de março de 2012

Um Quase Nada

imagem: aj cardiais

Eu nunca quis ser certo...
Nem de longe,
nem de perto.

Eu nunca quis ser nada.
Nem caminho,
nem estrada.

Eu nunca quis ser muito...
Eu, que poderia ser tudo,
hoje sou um quase nada.

09.12.2011

Um comentário:

Tânia Mara Camargo disse...

Você é igual a mim, quis ser e não fui...
Querido vi que vc ama Oxum, tem um blog que estou
montando para os orixás, com poemas.
http://umarosa-umbeijaflor.blogspot.com
bjs