quinta-feira, 27 de março de 2014

Rimando a Pobreza














Sou como o vento:
não paro um momento.
Pois se eu parar,
não vai ventilar.

Eu preciso soprar
a poluição do mundo,
sendo só um vagabundo
que vive a rimar.

Não faço rima rica,
porque sou contra a riqueza.
Então rimo com pobreza
para ver como é que fica.


A.J. Cardiais
29/10/2012
imagem: google

3 comentários:

Meri Pellens disse...

E eu gosto muito, seja rima rica ou pobre.
Bjs... MP.

A. J. Cardiais disse...

Obrigado Meri. Beijos

✿ chica disse...

Lindo te ler! abraço,chica